Quanto Preciso Para Começar a Investir em Ações?

Se você tem entre 18 e 35 anos, investir se calhar não é uma prioridade para si ou nem sequer passa pela sua cabeça.

Mas como diz o velho ditado, “antes tarde do que nunca”, pois, nunca é tarde para começar a investir ou construir um novo empreendimento.

Bom, o tema de hoje, é um dos que considero muito importante: quanto você precisa para começar a investir? A Resposta pode espantá-lo.

Mas antes de falar sobre quanto você precisa para começar a investir e ser bem-sucedido, é importante ter as três seguintes coisas: controlo do gasto mensal, fundo de emergência e a estratégia certa.

1. Controlo do gasto mensal

Antes de começar a investir, é importante que você saiba o quanto gasta em média por mês.

Imagina que você tem um rendimento líquido mensal de 100.000,00 Kz, e gasta perto de 95.000,00 Kz por mês, nesse caso sobram apenas 5.000 Kz, o que para si, pode acabar por ser um valor irrisória.

Porém, imagina que durante três meses você catalogou todos os gastos que fez, e percebeu que dos 95.000,00 Kz gastos, cerca de 30.000,00 Kz são gastos com coisas insignificantes, talvez o mais adequado seria cortar parte desses gastos e convertê-los em investimento. 

Assim você teria todo o mês 20.000,00 Kz para investir, o que já é um bom valor para começar.

2. Fundo de emergência

A segunda ferramenta que você precisa ter para ser um investidor de sucesso é um fundo de emergência.

Um fundo de emergência é muito importante para as ocasiões de extremo aperto.

Você não vai querer liquidar os seus investimentos em casos de emergências quando o mercado está em baixa.

Em geral, aconselha-se a ter um fundo de emergência de no mínimo 3 meses de despesa.

Dependendo do contexto social em que você se insere, é bem provável que um fundo de emergência com valores que cobrem 6 meses de despesas seja o ideal para si. 

Particularmente, decidi ir um pouco mais longe e construi um fundo de emergência com capital suficiente para 1 ano de despesas pessoas.

Quando se investe no mercado de ações, você pode perder como pode ganhar. No longo prazo, geralmente a bolsa norte-americana sempre regista ganhos positivos como pode ver no gráfico do ETF “VTI” abaixo.


Desempenho desde 2002 do ETF “VTI” que investe no mercado total dos Estados Unidos da América.

3. A estratégia certa

Sabendo o quanto você gasta, quanto tem no fundo de emergência, fica bem mais fácil definir a estratégia certa para investir em ações.

Aqui apresentarei 3 opções: a regra 50/30/20, a idade de Cristo e a arca. 

a). Regra 50/30/20

A regra 50/30/20 aplica-se principalmente ao seu rendimento. 

Tendo como base um rendimento de 200.000,00 Kz, aplicando a regra, você gastaria 50% (100.000,00 Kz) com despesas correntes, 30% (60.000,00 Kz) para gastar consigo mesmo, ir ao cinema, levar o parceiro para jantar fora, e 20% (40.000,00 Kz) para investir.

Relacionado: 15 Tipos de Investimento Que Todo Investidor Precisa Conhecer

b). Idade de Cristo

Esta regra segue o mesmo princípio de percentagem e aplica-se ao seu rendimento.

Com um rendimento mensal de cerca de 300.000,00 Kz, você pode reservar 99.999,99 Kz para gastos recorrentes, 99.999,99 Kz para outros gastos e poupança, e 99.999,99Kz para investir.

c). ARCA

Aprendi o conceito da ARCA com o Thiago Nigro, um dos maiores investidores da América latina. 

A ARCA é um acrónimo que surge das iniciais de Ações, Real estate, Caixa e Ativos internacionais.

O “A” de Ações, refere-se às negociações de ações locais. 

Como no Brasil o mercado de ações é desenvolvido e melhora bastante a cada ano que passa, faz muito sentido por lá ter ações locais.

Já em Angola, a bolsa não é tão desenvolvida e expressiva. Até a data da publicação deste artigo, temos apenas 10% das ações de um dos maiores bancos a serem negociadas na bolsa, obrigações, bilhetes de tesouro e UPs (Unidades de Participação). 

Por isso, não faz muito sentido termos ações locais.

Entretanto, rebatizei o “A” de Ações para “Aplicações a prazo” que nada mais, nada menos são os depósitos aprazo.

Quanto ao R de Real estate, você pode tanto investir em imóveis físicos, ou pode comprar REITs, que são ativos que investem em imóveis.

Relacionado: REITs: O que são e como investir nelas

Já o Caixa, é fundamental para momentos de queda, serve para aproveitar a queda do mercado e comprar ativos com desconto.

Os Ativos internacionais, envolvem as ações de empresas internacionais, as googles, teslas e apples da vida, que podem também ser ETFs.

Relacionado: 7 Melhores ETFs Para Investir e Enriquecer no Longo Prazo

Dito isto tudo, você ainda pode continuar com dúvida e insistir na pergunta: quanto preciso para começar a investir?

De forma simples e resumida, depende.

Depende do quanto você ganha, do quanto você pretende ter no futuro, dos seus sonhos, metas e objetivos e da corretora que você usa.

Se você investe pela Passfolio, pode começar a investir com 1$, que, ao mesmo tempo é valor mínimo de depósito.

Mas você pode dizer, “Sandro, que ativo consigo comprar com 1$?

Neste quesito, a Passfolio tem uma opção que te permite comprar frações de uma ação.

Imagina que você deseja comprar ações do facebook, que hoje valem cerca de 163,74$, você pode comprar a fração por inteiro, ou frações equivalentes ao valor que você tem, sendo o mínimo 1$.

Porém, é recomendado que você procure, sempre que possível comprar ações por completo, quer sejam ações diretas de empresas ou ETFs.

Porquê?

Porque em caso de a corretora falir, a mesma não se responsabilizará por perda de frações de ações. Não entendeu? Deixa que eu explico.

Para tornar a compra de frações de ações possível, a sua corretora geralmente compra a ação e vende uma pequena fração para si e para outros.

Imagina que existem 10 pessoas interessadas em comprar 1/10 de uma ação da Tesla.

Digamos que a ação da Tesla custa cerca de 100$.

Nesse caso, a sua corretora irá comprar a ação por completo e vender 1/10 da ação para cada um dos 10 interessados no papel, sendo que na realidade, a custódia da ação por completo permanece sob responsabilidade da corretora, e em caso de falência a corretora não terá capacidade técnica para liquidar a ação e devolver o valor a cada um dos 10 acionistas.

Por isso, se você compra constantemente ações fracionadas, procure sempre que possível comprar ações por completo.

Ficou com alguma dúvida? Deixe-me saber nos comentários 😉.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest

6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Martirene Daljeet Olim

Gostei do artigo e foi uma excelente leitura, obrigado pela informação passada.
Mas a minha questão é: Porquê que para as diferentes estratégias de investimento usaste diferentes quantidades de rendimentos?
Na estratégia 50/30/20 (200.000,00AOA) na da arca (300.000,00 AOA).

Porquê que não continuaste com o valor base de 100.000,00 AOA para ilustrar como diferentes estratégias podem ser usadas com o mesmo rendimento? 🤔

Martirene Daljeet Olim

Gostei do artigo e foi uma excelente leitura, obrigado pela informação passada.

Mas a minha questão é: Porquê que para as diferentes estratégias de investimento usaste diferentes quantidades de rendimentos?

Na estratégia 50/30/20 (200.000,00AOA) na da arca (300.000,00 AOA).

Porquê que não continuaste com o valor base de 100.000,00AOA para ilustrar como diferentes estratégias podem ser usadas com o mesmo rendimento? 🤔

Tembele

Como se chega a ganhar nessas ações? Será que eles pagas as percentagens de período em período para o accionista?